Horário de funcionamento
Seg-Sex: 7:00 - 17:00
Bypass Gástrico X Bariátrica Sleeve: Qual é o melhor tipo?
18/08/2021

Bypass Gástrico X Bariátrica Sleeve: qual o melhor tipo de cirurgia é melhor para você?

Saúde
11 min de leitura

Bypass Gástrico x Bariátrica Sleeve, qual seria a melhor?

Quando se trata de cirurgia bariátrica, uma dúvida comum para os pacientes é qual método de cirurgia escolher: o chamado bypass gástrico ou gastrectomia vertical (sleeve). Em primeiro lugar, é importante saber que os dois tipos de cirurgia são seguros e podem ser adaptados de acordo com as características de cada paciente, apresentando resultados satisfatórios e reduzindo a chance de complicações. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 

A semelhança entre os dois métodos é que ambos utilizam a redução da área do estômago para reduzir o peso (20% a 45% do total). Uma grande diferença é que na cirurgia de redução do estômago, uma incisão é feita no intestino para conectá-lo à parte reduzida do estômago. A maior parte do estômago é “isolada”, mas não removida. Uma das vantagens desse método é que ele pode controlar melhor o diabetes – removendo a área inicial do intestino (duodeno), a cirurgia estimula a liberação de hormônios que podem reduzir a resistência à insulina.

 

Por outro lado, na manga, não há manipulação dos intestinos: a cirurgia mantém o trajeto original de transporte dos alimentos, mas remove permanentemente a maior parte do estômago. Uma das vantagens desta cirurgia é que ela é menos invasiva, pois afeta apenas um órgão. Não há perda de intestinos ou redução da capacidade de absorver nutrientes – os pacientes não precisam de suplementos vitamínicos. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 

Uma das desvantagens da sleeve é a irreversibilidade da operação, pois a parte retirada do estômago não pode ser “recuperada”. Outro problema está relacionado à ocorrência ou agravamento da doença do refluxo gastroesofágico. No geral, esse procedimento pode ser mais interessante para pessoas que comem muito.

 

Portanto, é de extrema importância que a escolha do tipo de cirurgia bariátrica seja feita junto à equipe multidisciplinar dedicada ao caso, levando em conta as características específicas de cada pessoa.

Para não ficarmos sempre nesse dilema entre Bypass Gástrico X Bariátrica Sleeve, vamos detalhar melhor cada uma mais abaixo.

 

Cirurgia Bariátrica Sleeve emagrece? Como funciona?

 

Primeiro, vamos entender o procedimento. Gastroplastia vertical videolaparoscópica é uma cirurgia bariátrica restritiva que usa um grampeador (grampeador) para remover a grande curvatura, envolvendo uma parte do corpo e o fundo do estômago. 

 

Nesse método, o estômago se torna um tubo com volume entre 80 e 100 mililitros. E o paciente parou de produzir grelina, substância responsável por estimular o apetite. Portanto, o efeito de perda de peso da cirurgia bariátrica sleeve é tão eficaz quanto a cirurgia de redução do estômago. Esse método ganha cada vez mais espaço no dia a dia dos cirurgiões, portanto, em algumas áreas, sua incidência é comparável à cirurgia de bypass gástrico.

 

Vantagens da Bariátrica Sleeve:

 

-> Perda rápida e significativa de peso

-> Tempo de internação curto de geralmente dois dias

-> Favorece a produção de hormônios intestinais capazes de aumentar a sensação de saciedade, etc.

 

Desvantagens da Bariátrica Sleeve:

 

-> Pode causar deficiências no organismo devido à grande restrição alimentar que requer

-> Procedimento apresenta mais chances de complicações que outras cirurgias bariátricas

-> Procedimento irreversível

 

Cirurgia Bypass Gástrico: Como funciona?

 

É um dos tipos de cirurgia bariátrica mais realizada no Brasil e no mundo, respondendo por aproximadamente 75% das operações. 

 

Tem sido amplamente estudado por quase 60 anos, e os pacientes submetidos à cirurgia de redução do estômago geralmente perdem em média 40% a 45% do peso inicial. 

 

Nessa técnica, o estômago é fixado e reduzido em tamanho a um recipiente com capacidade de 20 a 30 mililitros. Além disso, desvios na transmissão intestinal em Y também foram observados. Portanto, essa técnica de cirurgia bariátrica é considerada mista, pois realiza duas intervenções: contração do estômago e desvio dos intestinos. 

 

Durante a cirurgia de redução do estômago, a produção de grelina também é reduzida e a concentração do hormônio intestinal (incretina) também muda.

 

Vantagens Bypass:

 

-> Beneficia o gasto de energia

-> Perda significativa de peso

-> Favorece a produção de hormônios intestinais capazes de aumentar a sensação de saciedade, etc.

 

Desvantagens Bypass:

 

-> O paciente precisará seguir uma série de recomendações médicas para o resto da vida

-> Procedimento relativamente mais complexo que as demais técnicas 

-> Pode causar deficiência de nutrientes no organismo

 

Bypass X Bariátrica Sleeve: Qual seria a melhor para você?

 

A Cirurgia Bariátrica possui uma longa história de evolução nas técnicas, situação que é a consequência de muitos estudos na área. Nos dias de hoje, as mais utilizadas em todo o mundo são as técnicas Bypass Gástrico (Gastroplastia com desvio intestinal em Y de Roux) e a técnica Sleeve, que vem aos poucos ganhando espaço e sendo a primeira escolha dos cirurgiões em muitos países 

 

Cada uma delas possui uma especificidade e suas particularidades, como vamos especificar e detalhar a seguir e a escolha de uma técnica ou outra é recomendada pelo próprio cirurgião, quem definirá a melhor indicação de acordo com cada caso.

 

Agora que você já viu a diferença Bypass e a Bariátrica Sleeve, e você pode aprender um pouco sobre como funcionam estes dois tipos de cirurgia bariátrica, chegou a hora de analisar outros quesitos. 

 

A Bariátrica Sleeve é uma técnica irreversível. Já o bypass gástrico teoricamente pode ser revertido. Mas lembramos que ambos os procedimentos são extremamente seguros.  

 

Qual tipo ajuda a emagrecer mais?

 

É importante saber quanto peso você pode perder após a cirurgia bariátrica. Mas é mais importante entender que a perda de peso a longo prazo depende mais do seu estilo de vida do que do programa que você escolher. 

 

Em outras palavras, exercícios e hábitos alimentares são cruciais para perder mais ou menos do que o esperado em média. Então, se você não mudar seus hábitos após o Bypass ou Sleeve, você pode retornar ao seu peso antes do procedimento.

 

Média de Peso Eliminado

 

Gastroplastia vertical de bypass gástrico em Y-de-Roux por videolaparoscopia: pacientes com bypass gástrico perdem 60% a 80% do excesso de peso no primeiro ano; 

 

Gastroplastia Sleeve por videolaparoscopia os pacientes com cirurgia Sleeve  eliminaram 50% a 70% do excesso de peso no primeiro ano.

 

Claro que esse número pode variar de paciente para paciente, até porque depende de diversos fatores, como genética, hábitos anteriores e pós cirurgia entre outros.

 

Tempo de Emagrecimento

 

O tempo vai variar de acordo com cada paciente. 

 

De maneira geral, podemos observar que independente da técnica escolhida, o paciente atinge a estabilidade de peso após dois anos de pós-operatório.

 

Podemos dizer que as pessoas que se submetem à cirurgia de redução do estômago costumam eliminar a maior parte do excesso de peso no primeiro ano após a perda de peso. 

 

Pacientes com Gastroplastia Sleeve geralmente continuam a perder peso por até dois anos até atingirem a meta de peso desejada. Um processo de emagrecimento mais rápido permite que uma pessoa se recupere em menos tempo e alcance um maior bem-estar, seja capaz de praticar atividades físicas e continue a implementar hábitos restritivos à obesidade. 

 

No entanto, perder peso em dois anos pode reduzir a flacidez da pele e as estrias. Portanto, alguns pacientes preferem uma transição gradual, enquanto outros desejam se livrar da obesidade o mais rápido possível.

 

Vai depender de cada caso.

 

Detalhes sobre Cirurgia Sleeve:

 

A Cirurgia Sleeve foi criada originalmente como a primeira etapa de um plano múltiplo para superobesos. O cirurgião que descobriu essa técnica a utilizou para completar um repouso (desvio intestinal) após o paciente perder peso. Porém, a maioria dos pacientes perdeu peso suficiente durante a primeira parte do processo, eliminando a necessidade de um segundo recurso.

 

Tempo de duração:

 

Quando tudo ocorre da maneira correta o tempo médio da cirurgia é de 30 minutos.

 

Riscos:

 

Como todo procedimento cirúrgico existem os riscos. Os casos de complicações são baixíssimos por volta de 3% a 5%.

 

Quanto se perde de peso com esse procedimento?

 

De modo geral, no primeiro mês se perde por volta de 8% a 12%. E no primeiro um ano e meio cerca de 30% a 40% do peso.

 

Claro que vai variar de paciente para paciente, dependendo da dedicação na mudança de hábitos, nos procedimentos a serem feitos e na estrutura corporal.

 

Sucesso da Cirurgia Sleeve

 

Os principais benefícios da cirurgia Sleeve são a redução da fome que se tinha anteriormente, como também que em vários casos, é necessária menor reposição vitamínica após este procedimento, se comparado ao Bypass Gástrico. 

 

O fundo gástrico do seu estômago, onde o hormônio Grelina é produzido, é removido quase inteiramente na Sleeve. Existem alguns casos em que, os pacientes relatam que simplesmente se esquecem de comer nos primeiros 6 meses após a operação. 

 

Outro benefício deste tipo de procedimento cirúrgico é a perda de peso um pouco mais lenta, defendida por alguns profissionais. Alguns profissionais informam que a perda de peso de forma mais gradual e lenta, afeta menos seu organismo como todo.

 

Casos específicos nos quais a exclusão duodenal não é indicada, pacientes idosos e portadores de doença inflamatória intestinal podem ser candidatos à gastroplastia Sleeve.

 

Detalhes sobre o Bypass gástrico:

 

O bypass gástrico vem sendo estudado e praticado há muito tempo, portanto suas complicações foram estudadas e devidamente comprovadas. Existem milhares de casos de sucesso, e os cirurgiões que fazem este tipo de procedimento são bem treinados e precisam ser muito talentosos para realizar essa operação mais complexa. 

 

Além disso, fazer desvio de parte do intestino causará barreiras de absorção (seu corpo leva menos tempo para absorver calorias porque o intestino é mais curto), o que pode reduzir efetivamente o consumo de calorias. Pacientes com doença do refluxo gastroesofágico apresentam melhor desempenho em termos de melhora dos sintomas após a cirurgia de redução do estômago. 

 

É também a tecnologia mais pesquisada e utilizada em pacientes com diabetes tipo 2 e síndrome metabólica.

 

Afinal de contas, Bypass gástrico ou Sleeve: qual escolher?

 

Por fim, saiba que não importa o tipo de cirurgia bariátrica que você use, o importante é seguir as recomendações após o procedimento para perder peso. 

 

Obviamente, a longo prazo, o efeito combinado da dieta e da atividade física levará a mudanças efetivas de hábitos, e a perda de peso pode até ultrapassar o cálculo inicial. 

 

Neste conteúdo, nossa intenção não é avaliar os riscos e complicações envolvidos em qualquer procedimento cirúrgico. No entanto, lembre-se de que pessoas obesas também correm sério risco e sua qualidade de vida é muito reduzida devido a muitas comorbidades. 

 

Portanto, o conselho aqui não é escolher um ou outro tipo de remédio para emagrecer, mas conscientizá-los da importância de buscar profissionais como referência. 

 

A pessoa pode escolher um bypass ou sleeve como tratamento ideal para atender sua prioridade de saúde. 😉 

 

Gostou do nosso conteúdo? Você pode deixar um comentário e falar o que você acha deste artigo.

 

Você pode conferir também o conteúdo: As 5 fases da dieta após a cirurgia bariátrica.

Visite também a nossa outra seção do blog, que contém dicas práticas e conteúdo útil para gestão de farmácias e distribuidoras de medicamentos.

IR PARA MINHA FARMÁCIA