fbpx

Por que o colágeno faz bem para a pele?

Quantas vezes você já ouviu falar por aí sobre o quanto o colágeno é importante para nossa pele? 

Você pode até não saber os motivos dessa importância toda, e por que devemos consumir ingredientes que estimulem a produção dele. 

O colágeno é a proteína mais abundante no corpo humano, e faz parte da composição de órgãos e tecidos de sustentação. Ele tem papel fundamental na saúde e na beleza de uma pessoa, porque ajuda a preservar a pele sem rugas, cabelos com brilho e unhas fortes, além de contribuir com a boa mobilidade de ossos, músculos e tendões.

O que é o colágeno e para que serve?

O colágeno é uma proteína de extrema importância para a estrutura, elasticidade e firmeza da pele, e que é produzida naturalmente pelo nosso organismo, mas que também pode ser encontrada em alimentos como carne bovina, frutas cítricas e verduras, como também em cremes hidratantes ou suplementos alimentares.

Vários estudos apontam que existem diferentes tipos de colágeno, os quais variam, por exemplo, em composição, comprimento e estrutura molecular. Já foi possível identificar quase 30 tipos distintos de colágeno, sendo o tipo I o mais comum, estando presente na pele, tendões e ossos, por exemplo. Esses diferentes tipos de colágeno podem aparecer no corpo em forma de gel ou até como fibras, como é o caso dos tendões. 

Apesar de ser o responsável por dar resistência e força para a nossa pele, o colágeno reforça tendões e ligamentos, bem como ajuda a sustentar órgãos e é parte importante da estrutura dos dentes e ossos.

Tipos de colágeno

Dentre os 30 tipos de colágeno, existem aqueles que têm uma importância maior para a nossa a nossa pele: No organismo, para a pele, se destacam os tipos 1 e 3, que são responsáveis pela elasticidade, firmeza, sustentação e parte da hidratação cutânea.

O colágeno que está presente em maior quantidade no corpo humano é o de tipo 1. Ele contribui para a formação da pele, ossos, tendões, córnea, veias e outros tecidos conjuntivos. Já o de tipo 3, que também é muito abundante no nosso corpo, possui sua importância para a firmeza da nossa pele. Ele pode ajudar a formar células de suporte de estruturas como músculos, órgãos e artérias. Como por exemplo, o útero. No entanto, este é o tipo de colágeno cuja sua produção vai sendo reduzida pelo organismo com o passar dos anos.

Como preservar a produção?

Existem muitas maneiras de estimular e manter a produção de colágeno no corpo. Uma das maneiras de fazer isso é por meio da alimentação correta, utilizando alimentos que são ricos em lisina (carne, frango, ovo, tofu), ômega 3 (peixe, chia, linhaça, abacate), enxofre (alho, ovo, pepino), vitamina A ( vegetais verdes, vermelhos, laranja ou amarelos), vitamina C (frutas cítricas) e licopeno (tomate, beterraba, melancia).

Outra forma de levar colágeno para a pele é por meio de suplementos alimentares direcionados.

Os suplementos de colágeno podem ser tomados na forma de cápsulas, comprimidos ou em pó. É muito importante que um médico ou nutricionista recomende e acompanhe o uso desses suplementos.

Alimentos, fontes de colágeno natural

A indústria geralmente incorpora colágeno em certos alimentos para fornecer firmeza e consistência gelatinosa. No entanto, quando esses alimentos são consumidos, o colágeno presente neles é dividido em diferentes compostos para formar proteínas inespecíficas. Eventualmente, essas proteínas não serão usadas pelo corpo ou também não vão conseguir desempenhar outras funções, e não promoverão benefícios nos aspectos da pele, unhas, cabelo e articulações.

Quando usar

Quando os sinais começam a mostrar que a concentração de colágeno no corpo está baixa, isso indica que a concentração dessa proteína no organismo está menor, situação que pode ser observada com maior frequência a partir dos 50 anos. 

Portanto, alguns sinais de baixo teor de colágeno são:

  • Diminuição da espessura dos fios de cabelo
  • Aumento da flacidez e perda de elasticidade da pele
  • Surgimento de rugas e de linhas de expressão
  • Aparecimento de estrias; Pele fina e desidratada
  • Diminuição da densidade dos ossos, como nos casos de osteopenia e osteoporose
  • Enfraquecimento das articulações e dos ligamentos

Se houver sinais de que o conteúdo de colágeno do corpo está baixo, é importante consultar um médico para que uma avaliação completa possa ser realizada e os suplementos sejam instruídos, se necessário.

Suplementação de colágeno

Existem diferentes tipos de colágeno. 

Os principais são os colágenos: Suplementos não-específicos (hidrolisado). Suplementos específicos (peptídeos bioativos).

Diminuição natural

O declínio na produção endógena (humana) de colágeno geralmente começa aos 30 anos e diminui cerca de 1% a cada ano. Nessa idade, se uma pessoa tem uma dieta balanceada e proteína suficiente, você pode estar bem suprido de colágeno.

Necessidade da suplementação

Para repor essa proteína, a alimentação com alimentos ricos em colágeno é muito importante. A combinação de alimentos com suplementos trará resultados mais satisfatórios. Os suplementos podem ser grandes aliados para fazer uma suplementação com a quantidade ideal. Além disso, com o suplemento certo, vai ser possível consumir colágeno hidrolisado e promover a absorção pelo corpo de forma direcionada.

Consequências da falta de colágeno

Com o passar do tempo ocorre o declínio natural dos níveis de colágeno. Esta situação em conjunto com fatores ambientais nocivos, como os raios UV e da poluição, contribui para que a flacidez, perda de elasticidade, linhas finas, rugas e pele áspera e fina, aconteçam de forma mais rápida, e por isto, torna nossa pele mais suscetível a sofrer danos.

Recomendações

O uso diário de protetor solar facial, assim como em todo o corpo na praia e na piscina, e a manutenção de uma alimentação balanceada são medidas que auxiliam o organismo a sintetizar e preservar o colágeno. Ao mesmo tempo, a dieta deve incluir alimentos ricos em nutrientes, como o ômega 3 (encontrado nos peixes), que se torna muito importante; o licopeno (encontrado nos tomates, coníferas, beterrabas etc.) pode inibir doenças do colágeno (uma enzima que destrói o colágeno).O mesmo se aplica à ingestão de vitaminas A e C.

Responsabilidades do colágeno

O colágeno é um tipo de proteína produzida pelo corpo humano e tem muitas funções. Entre eles, pode fortalecer ossos e músculos e ajudar a prevenir o envelhecimento.

Portanto, o colágeno é muito importante para o corpo. É a proteína mais abundante no corpo humano, responsável por cerca de 25% de todas as proteínas do corpo humano, é composta principalmente por aminoácidos e é o principal componente da fibra na pele, ossos, tendões e dentes.

Ele está presente em quase todos os órgãos em quantidades quase diferentes. Portanto, sua principal função é fornecer sustentação e elasticidade para a pele, ossos, cartilagens, tendões e ligamentos.

Agora que você já viu a importância do colágeno para o corpo humano, apresentamos o Colagevit.

ColageVit traz colágeno e vitamina C, e foi pensado especialmente para melhorar a aparência da pele!⠀ ⠀ ⠀ 

Seus nutrientes promovem firmeza e elasticidade da pele, além de combater os radicais livres, que promovem envelhecimento.⠀

Saiba mais sobre o produto em: https://lapon.com.br/colagevit/ 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »