fbpx

Imunidade baixa: O que é e como evitar?

Manter hábitos que reforçam a imunidade ajuda na prevenção de doenças

O sistema imunológico funciona como o sistema de defesa do corpo. Ou seja, eles reconhecem organismos estranhos, como vírus, bactérias, toxinas, e os combatem fortemente. Claro, muitas vezes ele precisa de um pouco de ajuda para eliminar tudo, e é aí que aparecem as vacinas, antibióticos e os remédios.

Para manter uma vida saudável, é necessário encontrar um equilíbrio entre a alimentação diária e hábitos saudáveis ​​de sono. Cuidar da saúde é cuidar da imunidade.

Quando a nossa imunidade está baixa significa que nosso sistema imunológico é incapaz de responder de forma adequada e eficaz a esses organismos invasores e incursões. Um sistema imunológico enfraquecido é muito perigoso porque nossas defesas não podem prevenir doenças evitáveis, como gripe e infecções.

Os sintomas de imunidade baixa são: 

  • Infecções
  • Febre e calafrios
  • Cansaço excessivo 
  • Diarréia
  • Náuseas e vômitos

O que é imunidade?

Podemos entender a imunidade como um mecanismo de defesa que protege o corpo de substâncias e agentes externos.

A imunidade serve como soldados que protegem nosso organismo desses ataques externos que são danosos à nossa saúde.

Cuidado com a imunidade

Estamos constantemente expostos a várias doenças. O simples descuido pode ser suficiente para impedir que o sistema imunológico não dê conta de fechar todas as “portas” de nosso corpo,nos deixando desprotegidos contra algum tipo de infecção ou vírus. Portanto, é importante estar atento a hábitos que podem nos proteger de quaisquer complicações.

Hábitos simples como se hidratar com frequência, manter uma alimentação saudável, dormir bem e se manter longe do cigarro por exemplo, vão ajudar bastante a sua imunidade a se manter mais forte.

Cuide da saúde mental

A atenção à saúde mental tem recebido cada vez mais atenção, isso faz com que um assunto como esse deixe de ser tabu e ganhe cada vez mais espaço, o que é muito positivo porque está diretamente relacionado à nossa saúde física.

Por exemplo, o estresse pode afetar todo o corpo, causando fadiga e outros sintomas, reduzindo assim a resposta do sistema imunológico.

Portanto, cuidar da sua saúde mental, ter hábitos que diminuam o estresse podem contribuir bastante para que sua imunidade não seja prejudicada.

Pratique exercícios físicos

Livrar-se de um estilo de vida sedentário é necessário para ajudar o sistema imunológico, portanto, praticar exercício físico regularmente aumentará as defesas do corpo. Na prática contínua desses exercícios, a taxa de certas células específicas (como os linfócitos) aumentará, de modo que a produção de anticorpos usados ​​para destruir os agentes invasores no sangue terá um volume maior.

A atividade física também libera endorfinas, que aumentam o bem-estar e reduzem o cortisol, permitindo um melhor desempenho do sistema imunológico. 

Procure maneiras de relaxar

Procure atividades relaxantes que lhe interessem, como ler um livro, tocar um instrumento musical ou assistir a um filme. Praticar atividades que não há pressão de produtividade ou necessidade de desenvolver habilidades: o objetivo dessas atividades é relaxar, não gerar pressões diferentes.

Durma Bem

Dormir o suficiente é um dos fatores mais importantes que afetam a saúde física e a função imunológica. Pessoas que raramente dormem não têm a disposição adequada para enfrentar seu dia a dia, além de ficar notável por todos a sua volta o seu cansaço físico e mental.

O descanso é extremamente importante não apenas para a imunidade, mas também para a saúde física e mental em geral. Algumas horas de sono estimulam a liberação de cortisol, que mais uma vez parece ser um “vilão” imunológico.

Os principais impactos pela falta do descanso adequado são: 

  • Falta de produtividade 
  • Dispersão 
  • Insônia

Sendo assim, o ideal é que uma pessoa durma de 7 a 8 horas por dia para poder obter o descanso adequado para seu corpo e manter sua imunidade forte.

Vale a pena tentar dormir e acordar na mesma hora todos os dias, mesmo nos fins de semana, para que o seu corpo se acostume e você possa descansar da melhor maneira.

Combata o tabagismo

Fumar não só causa muitos problemas ao corpo (especialmente o sistema respiratório), mas também ameaça a imunidade do nosso organismo. Segundo dados do Inca – Instituto Nacional do Câncer, “os fumantes costumam ser afetados por infecções como sinusite, traqueobronquite, pneumonia e tuberculose” e apresentam alto risco de contrair o novo coronavírus.

Combater o tabagismo é de extrema importância para a saúde de uma pessoa. Essa situação fica melhor de ser resolvida quando amigos, familiares e profissionais ajudam na causa. Fale com um médico de sua confiança e busque orientação sobre a melhor forma de agir neste tipo de caso, podendo recomendar tratamentos como adesivos e goma de mascar de nicotina.

Evite o álcool em excesso

O consumo excessivo de álcool pode causar muitas consequências ao nosso organismo, como problemas de fígado e desidratação. Esses efeitos enfraquecem a proteção natural e tornam você mais suscetível a infecções.

Por isso, maneire na quantidade consumida, principalmente em situações de isolamento social. Às vezes a ansiedade e a angústia ficam mais fortes devido a este momento que o mundo vive, e podem fazer com que algumas pessoas passem a consumir bebidas em excesso.

A grande recomendação é não utilizar o álcool como válvula de escape. Se for beber, que seja com moderação.

Agora é sua vez de fazer as escolhas corretas

Nesse conteúdo mostramos um pouco do que é a imunidade e qual é o perigo dela está em baixa.

Procure ter hábitos mais saudáveis, que consequentemente você vai ter uma imunidade mais forte para se proteger dos males que possam aparecer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »