fbpx

Saiba quais os principais benefícios da suplementação alimentar para idosos

Diminui o cansaço, dá disposição, aumenta a imunidade e mais benefícios; confira o que faz a suplementação alimentar na terceira idade.

Mesmo as pessoas que cuidaram de si mesmas nas últimas décadas sentirão os efeitos naturais do envelhecimento. Apesar de todos os problemas que a idade avançada carrega, é possível que o idoso tenha saúde e qualidade de vida. A suplementação alimentar pode fornecer ao organismo a nutrição mais necessária nesta fase, promovendo a saúde e a autonomia dessas pessoas mais experientes.

A qualidade de vida dos idosos passou a ser um problema de ordem pública, e fatores físicos, emocionais, sociais e econômicos devem ser considerados e planejados. Sempre visando que os idosos possam viver com dignidade e qualidade. Portanto, os nutrientes adequados para a terceira idade e condição física devem ser repostos da forma correta.

Principais benefícios da suplementação alimentar para idosos: 

  • Dá energia 
  • Ajuda a ganhar massa magra 
  • Aumenta a imunidade 
  • Recupera e cicatriza tecidos 
  • Melhora a memória 
  • Ajuda no fator cognitivo e emocional

Energia

O cansaço e o desconforto presentes nos indivíduos da terceira idade fazem com que o idoso pare de praticar exercícios físicos, caminhar com os amigos e realizar tarefas rotineiras. Uma dieta balanceada e suplementação com multivitaminas podem melhorar a disposição e energia do idoso, portanto, para restaurar essa perda de energia, é importante suplementar com as vitaminas do complexo B.

Aumento da massa muscular

A perda muscular e óssea ocasionada pela idade é um dos principais fatores causadores de lesões e diminuição da mobilidade em idosos. Para retardar o processo de degeneração, é necessário combinar a atividade física com a reposição de proteínas e minerais no organismo.

Melhora da imunidade

Bons suplementos nutricionais e hábitos de vida saudáveis ​​podem fortalecer o sistema imunológico. Os suplementos multivitamínicos têm uma variedade de nutrientes essenciais para manter a imunidade.

Arginina, zinco, ferro, vitamina D e cálcio devem ser usados ​​como parte de qualquer suplementação, cujo objetivo é fortalecer a imunidade e melhorar as partes cognitivas e estruturais dos idosos.

Porém, é importante lembrar que essa suplementação tem que ser indicada e acompanhada por profissionais especializados. 

Nada de sair tomando um monte de vitamina sem nenhuma orientação médica.

Melhora a memória, fator cognitivo e emocional

Um fator que afeta diretamente a qualidade de vida e prejudica a independência do idoso é a perda de memória, a depressão e o Alzheimer. Como precaução, a suplementação com ômega 3, zinco e vitamina K afeta diretamente o funcionamento do sistema nervoso.

Porém, sem a avaliação e orientação de profissionais de saúde, não deve ser realizada. Isso ocorre porque se os nutrientes forem consumidos em excesso podem causar problemas de saúde. É o caso das proteínas que podem sobrecarregar os rins.

Portanto, acompanhamento por profissionais capacitados sempre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »