fbpx

Cirurgia Bariátrica: 5 Dicas infalíveis para uma recuperação saudável

Um paciente que passou pela cirurgia bariátrica, pode levar de 6 meses a 1 ano para se recuperar de forma completa. Nesse período, os pacientes podem perder de 10% a 40% do peso inicial, o que será mais rápido nos primeiros meses de recuperação. No primeiro mês após a cirurgia bariátrica, os pacientes costumam apresentar dores abdominais, náuseas, vômitos e diarréia, principalmente após as refeições, e para evitar esses sintomas devem estar atentos à dieta alimentar e retomar as atividades, o que é normal.

Os exercícios respiratórios são indicados para serem realizados nos primeiros dias do pós operatório para prevenir complicações respiratórias.

Quando já se está em casa, é preciso passar por uma adaptação ao novo tamanho do estômago. Diante deste cenário, é comum que o paciente tenha diarreia, náusea, vômito e dores no abdômen, porém todos esses efeitos adversos na recuperação são minimizados ao seguir corretamente as recomendações médicas.

Dieta após cirurgia bariátrica

Logo após a cirurgia bariátrica, o paciente passa a receber soro pela veia. Após dois dias, ele estará apto a beber água e chá. Deve tomar uma pequena quantidade de água e chá a cada 20 minutos, e tomar café no máximo um copo de cada vez porque o estômago está muito sensível.

Normalmente, 5 dias após a cirurgia bariátrica, ou seja, quando o paciente consegue tolerar bem os líquidos, por exemplo, ele poderá ingerir alimentos pastosos, e somente 1 mês após a operação, ele poderá começar a comer alimentos sólidos. Conforme indicado por um médico ou nutricionista. 

Além destas dicas, o médico pode indicar o uso de um suplemento para que o paciente possa ter a reposição nutricional adequada, pois, a cirurgia bariátrica faz com que o organismo faça uma absorção menor dos nutrientes ingeridos.

Atividade física após cirurgia bariátrica

O exercício físico deve ser iniciado duas semanas após a cirurgia e de uma forma lenta e sem fazer muito esforço, pois ajuda a emagrecer ainda mais rápido. 

Alguns exercícios leves como começar a andar ou subir escadas, pode ser interessante, pois, além de ajudar a perder peso, ajuda a diminuir o risco de desenvolver trombose e contribui para que o intestino funcione de forma correta. No entanto, o paciente deve evitar pegar peso e fazer abdominais no primeiro mês após a cirurgia. 

Além disso, duas semanas após a cirurgia bariátrica, o paciente pode voltar ao trabalho e fazer as atividades do dia-a-dia, como cozinhar, passear ou dirigir, por exemplo.

Lembramos que todas essas atividades pós-cirurgia devem ser acompanhadas e orientadas por um profissional da área.

Como aliviar a dor após cirurgia bariátrica

A dor no primeiro mês após a cirurgia bariátrica é normal e diminuirá com o tempo. Nesse caso, o médico pode recomendar analgésicos para aliviar a dor e ter uma recuperação mais leve. No caso da cirurgia por laparotomia, o abdômen é aberto e o médico também pode recomendar o uso de uma faixa abdominal para apoiar o abdômen e reduzir o desconforto.

Diante dessas informações sobre a cirurgia bariátrica, confira as dicas para uma recuperação excepcional após a cirurgia de redução de estômago.

1. Alimentação adequada nos primeiros meses

Devido às mudanças no tamanho dos órgãos durante a cirurgia de redução gástrica, as recomendações dietéticas pós-operatórias são essenciais para a recuperação anormal. Entre eles, a dieta líquida é necessária nos primeiros 30 dias. 

Após o primeiro mês, a dieta deve ser pastosa e sempre precisa ser variada, segmentada e constante. Portanto, o monitoramento nutricional é fundamental para garantir a qualidade nutricional do cardápio diário.

2. Práticas regulares de atividades físicas

Uma prática interessante são os exercícios físicos, não só porque ajudam a reduzir o peso, pois também ajudam a promover resultados cirúrgicos mais rápidos, mas também porque podem prevenir a perda de massa magra. 

Em alguns casos, os médicos podem até recomendar sessões de fisioterapia para ajudar na respiração e na função motora. É necessária até a realização de exercícios respiratórios no primeiro dia de pós-operatório para evitar complicações respiratórias.

3. Uso de suplementos alimentares

Outro conselho médico muito comum para reduzir a recuperação anormal após uma cirurgia de estômago é o uso de suplementos vitamínicos. Eles ajudam a suplementar a ingestão nutricional diária exigida por cada paciente. Isso porque, além de comer menos, dependendo da técnica utilizada, o organismo pode não conseguir absorver os nutrientes normalmente após a cirurgia. Em qualquer caso, os suplementos devem ser prescritos por um médico.

4. Realização dos exames necessários

Além dos cuidados diários, é importante que os pacientes submetidos à cirurgia bariátrica sejam submetidos a monitoramento e exame médico de rotina. No caso de um teste, eles ajudam a identificar a resposta do corpo às mudanças. 

Desta forma, o teste pode ser usado para verificar os níveis de vitaminas e minerais, incluindo cálcio. Pessoas que realizam verificações de glicemia e os que verificam a qualidade renal do paciente.

Portanto, se houver deficiências nutricionais, recomenda-se mudar para novos suplementos e mudar a dieta para corrigir os resultados. Também existem testes para avaliar as condições cardiovasculares, respiratórias e circulatórias.

5. Atendimento psicológico

Em uma equipe multidisciplinar que deve atender o paciente após a cirurgia, a figura do psicólogo tem um grande destaque. O ideal é que o paciente seja acompanhado antes mesmo de realizar o procedimento. 

Isso é importante porque a obesidade costuma estar associada a transtornos de humor e autoestima. Além disso, nessa fase de adaptação, o paciente deve ter muita força de vontade para fazer as mudanças necessárias, como reduzir a ingestão alimentar.

Algumas pessoas até desistem de todo esse cuidado porque encontram muitas dificuldades, mas isso só acontece se não houver o apoio suficiente. Portanto, por meio do aconselhamento psicológico, ele se sente motivado a seguir em frente, e manter o ritmo necessário para ter uma boa recuperação.

Outras informações importantes para uma boa recuperação após cirurgia bariátrica é o acompanhamento do paciente por uma equipe multidisciplinar. Isso deve ser feito por meio de consultas regulares. 

Afinal, a cirurgia de redução do estômago não interfere apenas no sistema digestivo do paciente, mas também em todos os aspectos de sua vida. Principalmente porque muitas pessoas que realizam essa operação o fazem para reduzir a chance de diabetes e doenças cardíacas, melhorando sua saúde e qualidade de vida.

Se gostou do nosso conteúdo, compartilhe com amigos e familiares para que essas informações cheguem até mais pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »