fbpx

3 Dicas simples que ajudam a evitar as cólicas e as dores abdominais

Segundo Cinara Martins, gastroenterologista da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, as cólicas intestinais “são dores abdominais decorrentes do mal funcionamento intestinal, geralmente pelo excesso de gases e aumento do esforço do órgão, relacionadas a um tipo de dor que lembra muito uma torção”, explica. “É uma dor que ocorre de forma cíclica, com aumento da intensidade gradual até atingir um pico para depois melhorar” adiciona Alexandre de Souza Carlos, gastroenterologista do HC-FMUSP (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo)

Especialistas afirmam que cólicas e dores abdominais geralmente estão relacionadas ao estilo de vida. A alimentação está altamente interligada com a cólicas e dores abdominais e podem acentuar a sua ocorrência. As causas mais comuns como são: o pré preparo de leguminosas,  intolerância a certos tipos de alimentos, comidas com alto teor de gordura, alimentos picantes, alimentação pobre em fibras, baixo consumo de água, consumo excessivo de álcool,  falta de movimentação, e o estresse podem aumentar sua incidência. Dicas para evitar o aparecimento de cólicas e dores abdominais: 

  1. Alimentação 

Certos alimentos auxiliam os movimentos que o tudo digestivo faz no processo de digestão, conhecido como peristaltismo. Uma alimentação com frutas, verduras, leguminosas, grãos integrais, ajudam na movimentação trânsito intestinal, fazendo com que o intestino trabalhe adequadamente não gerando desconfortos,  com isso reforça-se a importância de ter uma alimentação variada. 

  1. Pratique atividade física 

Estamos cansados de saber que atividade física melhora a nossa vida, mas nesse tópico vamos te mostrar por que ela também tem ligação com a melhora de cólicas abdominais. Praticar atividades regularmente ajuda na movimentação do trânsito intestinal, evitando a sensação de intestino “preso”, e de empachamento, diminuindo as chances de dores e cólicas abdominais e posteriormente constipação e doenças intestinais. 

  1. Evite estresse

Um intestino perturbado pode enviar sinais para o cérebro, tal como o cérebro perturbado pode enviar sinais para o intestino. Portanto, estômago ou intestinos perturbados podem ser a causa ou o resultado da ansiedade, de stress, ou de depressão. Isto porque o cérebro e o sistema gastrointestinal estão intimamente ligados. A resposta ao estresse causa uma série de eventos prejudiciais ao intestino, incluindo: redução na absorção de nutrientes, redução da oxigenação do intestino, redução do metabolismo, redução da produção de enzimas no intestino. 

É importante cuidar da saúde mental, para poder lidar melhor com as situações de estresse e sentir cada vez menos os danos na saúde e em certos sistemas provocados pelas ações de estresse e ansiedade. 

Essas são algumas dicas simples e eficazes para poder evitar ou reduzir as dores relacionadas ao trato gastrointestinal..

Cuide do seu corpo e não ignore os sinais que ele envia. Se sentir dores fortes que duram várias horas, é melhor procurar assistência médica ou o pronto-socorro mais próximo.

Fique sempre atento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »